Libertadores: Flamengo e Cruzeiro são de fato favoritos ao titulo?

Entre os cinco clubes brasileiros que disputam a Taça Libertadores, o rubro-negro carioca e o clube mineiro ao meu ver são os que estão mais maduros e tem o maior poder de decisão num possível mata-mata na Libertadores. O Flamengo apesar dos problemas extra-campo tem um time que de contestado, acabou administrando a vaidade e o ego dos jogadores e conquistando o hexacampeonato brasileiro.

O Cruzeiro tem um elenco jovem e conseguiu manter um técnico que sabe modificar o panorama de sua equipe no decorrer da partida. Adilson Baptista é um dos melhores técnicos do futebol brasileiro na maneira de armar o esquema tático da raposa. Jogadores como Roger, Jonathan, Bernardo, Guerron, Gilberto e principalmente Kleber, o Gladiador, não podem ser desprezados e subestimados.

O Cruzeiro não estudou antes e não amarelou diante do Estudiantes na temporada passada?

Sim. O time mineiro amarelou e não soube se impor diante da sua torcida em pleno Mineirão. Mas por ser um time que deu um grande vexame recente é que pode vir a grande resposta já nesta Libertadores. Uma raposa ferida que pode mostrar com seu futebol descontraído e travesso jogando em casa e conseguindo um equilíbrio emocional fora de campo é uma equipe difícil de ser batida.

Regalias a parte, rubro-negro só no sapatinho pode levar o caneco

Que o Adriano não teria voltado ao futebol brasileiro senão tivesse as regalias que tem, isso não é segredo pra ninguém. Aliás senão fosse a presença oportunista e decisiva do Imperador em boa parte do Brasileirão de 2009, o rubro-negro da Gávea não teria sido campeão brasileiro e muito menos chegado a Libertadores.

Mas a base foi mantida para 2010. Adriano apesar das folgas, já se mostrou decisivo em uma partida deste ano pelo Flamengo, no duelo contra o Fluminense, na Taça Guanabara. Mas se ano passado, na ausência dele, o Pet resolvia, este ano, em virtude do clima "confuso" que vive Pet no clube. Outros jogadores passaram a ter que assumir esta responsabilidade. Mas cabe a dúvida até quando eles irão aguentar e serão mesmo decisivos como estão sendo em alguns jogos?

Buscando equilibrar o emocional e qualquer vaidade que possa ter aumentado depois de um titulo nacional, o Flamengo se torna sim, o grande favorito a Libertadores deste ano. Uma dupla de volantes formada por Williams e Maldonado sobra no cenário brasileiro e quem sabe no futebol sul-americano.

E ocorrendo um consenso e uma conversa com o sérvio Petkovic que ele pode ser tão útil ao time jogando como na orientação dos mais novos como ocorreu em 2009. A família rubro-negra unida e em prol do objetivo, isso é o que o torcedor quer e o Andrade com a humildade e tranquilidade de buda escreverem na história do clube mais uma conquista internacional.

São Paulo pode ser a zebra se mudar o estilo de jogo

O técnico Muricy Ramalho já saiu do tricolor a um bom tempo, mas parece que eles não sabem jogar de uma outra maneira que não seja um chuveirinho na área e quando marcam um gol é a famosa retranca. Um futebol que não dá gosto de se assistir, um futebol preguiçoso. Se o técnico Ricardo Gomes tivesse a ousadia de brincar mais com os jogadores de qualidade e velocidade que tem no elenco como Dagoberto e Fernandinho.

Mas apostar em jogadores como Léo Lima e André Luís é brincar com o torcedor tricolor. Pois estes não tem um controle emocional a altura de uma Taça Libertadores e certamente acabarão aprontando em momentos cruciais para o São Paulo na competição.

Corinthians se mostra desequilibrado e um bando em campo. Já o Inter é uma incógnita

Como é triste ver o Corinthians neste inicio de temporada. Mano Menezes não consegue dar estabilidade e nem padrão de jogo a este time até agora. O jogo diante do Santos foi um reflexo caro do despreparo psicológico desse "bando de loucos" como a genialidade, marca do futebol brasileiro, pode ser tão combatida de forma grosseira e covarde pelo time do seu Mano? Até o Ronaldo criticou o baile apresentado pelo Neymar em campo.

É muita cara de pau, desse que já foi fenômeno em marcar gols e que conquistou uma Copa do Mundo graças ao seu oportunismo e o futebol travesso, semelhante do jovem santista, que na época foi apresentado por Ronaldinho Gaúcho e Denílson. Temo sinceramente de ver esse time corintiano num playoff enfrentando uma equipe mais técnica e uma possível pedalada de um adversário. Esse Mano tem muito a resolver nesse time.

E o Internacional é uma incógnita. Sofre uma barbaridade pra ganhar do modesto Emelec em plena Beira-Rio. É eliminado de forma até "vergonhosa" na semifinal do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. Que time é esse do Jorge Fossati. Que identidade colorada é essa que ele ainda não encontrou? Um time que falta a pegada gaúcha no que é marcar e pode arcar com as consequências e de que no momento tem uma equipe tecnicamente inferior as demais.

Anúncios
Comments
2 Responses to “Libertadores: Flamengo e Cruzeiro são de fato favoritos ao titulo?”
  1. Pobre Esponja disse:

    O que adianta falar em favorito?
    Quem falou que a LDU e o Estudiantes eram? Isso não serve para nada, tem que ver na hora, quando o bicho pegar.
    Mas garanto que o Corinthians não vai ganhar, porque tem o roberto Carlos que é péssimo.
    Tirando esse ,tem de se respeitar todo e qualquer argentino.

    abç
    Pobre Esponja

  2. Victor A. disse:

    eu acho que são.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: