Numa Taça Rio que o Botafogo parece estar brincando, Vasco e Flamengo mostram que devem se enfrentar na final.

Quem diria que o alvinegro iria brincar no segundo turno do Estadual. Mas é exatamente isso que está ocorrendo, primeiro toma uma sapeca ia ia do Vasco, que até o presente momento apresenta o futebol mais bonito de ser ver nesta Taça Rio, depois tropeça diante do bom time do Americano, atuando no Engenhão e nesta rodada com um jogador a mais, conseguiu levar a virada e perder para o Fluminense.

É inacreditável, que o equilíbrio mostrado pelo alvinegro na Taça Guanabara agora é sinônimo de apatia e chororô em relação a arbitragem e até questionamento da qualidade dos próprios jogadores do elenco. É pelo visto, será necessário um momento de reflexão em General Severiano, vamos ver se o Nei Franco conseguirá tirar o time dessa beira do caos.

E quem agradece essa queda de rendimento do alvinegro é Vasco e Flamengo

O Vasco que confirma a fase de melhor “time” do Rio de Janeiro, mesmo desfalcado de Carlos Alberto, mostrou diante do Volta Redonda que tem um bom elenco. O futebol apresentado pelo trio: Jefferson, Rodrigo Pimpão e Elton – é algo primoroso a quem acompanha e gosta de um futebol vistoso e de qualidade.

A força do Vasco não está limitada a somente um jogador e sim ao conjunto e o excelente trabalho que Dorival Junior vem realizando no comando do time. O sentimento não poder parar, não tem divisões e quem sabe para a alegrias dos vascaínos, opa, o time  volte a ser campeão.

Mas para isso acontecer, poderá ter pela frente, o seu maior rival, que mostra sinais claros de evolução.

Uma mudança de esquema, a volta de um zagueiro “de seleção” e aposta certa num jovem jogador. Esses são os fatores que levam o torcedor a voltar a sonhar com mais um tri estadual. O Flamengo da Taça Guanabara marcado por um esquema que parecia um time gaúcho deixou sua torcida chateada. Mas bastou um TROPEÇO de catiguria para os ponteiros voltarem ao eixo na prancheta do tio Cuca.

Um time valente, com apenas um volante de origem em campo, um esquema que tem mais a ver com as tradições e a historia do clube da Gávea, o Flamengo pela nação que tem não pode temer e em atacar. Tremei os adversários, assim que o time do Flamengo deve se impor.

Mas graças a lucidez do comandante que contou com a volta do zagueiro Ronaldo Angelim, que por causa da idade não deverá chegar a seleção, mas como dá gosto de ver sua aplicação e seu respeito a instituição e a torcida do Flamengo e como seu Alex Estival, acertou em usar Erick Flores no time titular, será que depois de tantos tempos sem aspirar títulos importantes no cenário nacional, o Fla através da sua molecada voltará a brilhar e novamente usar o velho bordão: “ Craque: o Flamengo faz em casa”

Que seja Flamengo x Vasco na final, mas o importante é que seja um clássico de PAZ!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: