Neste ano de 2008, fica uma lição no futebol brasileiro: “ Clubes cariocas aprendam um pouco com os clubes paulistas”

E pensar que o ano começou com a expectativa totalmente contrária a essa que temos nesse final de temporada. Dois clubes cariocas na Libertadores, dois elencos capazes de lutarem pelo titulo da mais importante competição sul-americana e pelo título brasileiro. Mais só foi ilusão, sonhos que viraram pesadelos e é um ano para torcedor carioca de certo ponto esquecer.

Na Libertadores, o inacreditável aconteceu. O Maracanã em duas oportunidades foi o palco de duas tragédias “gregas”. Primeiro, o Flamengo que relaxou na vantagem que tinha no confronto diante do América do México e foi facilmente dominado no Maracanã pelo time mexicano, que resultou num 3 x 0, com direito a show de Cabañas e mais uma eliminação precoce na Libertadores.

 

E o Fluminense, que começou a Libertadores com um dos melhores ataques do país, não soube respeitar o adversário numa finalíssima de Libertadores. Perdeu o primeiro jogo da final diante da LDU, jogando em Quito e depois suou, se esforçou para reverter a vantagem no Maracanã. Mas o título era merecido para quem jogou bonito e não teve medo de perder nos dois jogos da final e esse time não era o tricolor, infelizmente, e sim a LDU.

No  Carioca, mais uma vez Botafogo e Flamengo se enfrentaram numa decisão emocionante, e de novo o clube da Gávea se sagraria campeão. Graças a estrelas de Obina e Diego Tardelli que nos momentos cruciais dos jogos deixaram seus gols. Único motivo para a NAÇÃO RUBRO-NEGRA comemorar um pouquinho nesta temporada.

Pois o que seria o ano do Hexa para o Flamengo, virou o ano da decepção. O time começou um Brasileiro como há muito tempo não se via, jogava um belo futebol, liderava o campeonato com sobras para os concorrentes. Mas eis que surge a bendita janela de transferências, o time sofre um verdadeiro desmanche e isso se reflete numa série que selaria o fim do sonho do titulo. Numa série de 7 jogos, o Flamengo só conseguiria 2 pontos e com isso foi ultrapassado pelos concorrentes diretos.

E para piorar a temporada, o Vasco da Gama está praticamente rebaixado para a Série B em 2009. Uma notícia nada   boa para o Gigante da Colina que está recomeçando uma nova era, agora sobre o comando de Roberto Dinamite.

O único alento a temporada do futebol carioca é o Duque de Caxias que conseguiu o acesso para a Série B em 2009.

É os cariocas poderiam aprender um pouco com os paulistas

No segundo jogo da final do Campeonato Paulista, na preleção, o técnico do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo entrega aos jogadores a faixa de campeão paulista e coloca como trilha da preleção, a música “We are The Champions” do Queen

Sinceramente, o torcedor pode não achar que isso faz a diferença, mas quando há um técnico que sabe motivar o time a pontos deles suarem a camisa, irem ao extremo não só por ele , mas por uma massa que esta nas arquibancadas, ai que está a grande diferença dos técnicos que pensam em ser grandes e os júnior.

E mais recentemente o técnico do São Paulo, quando ninguém acreditava mais que o tricolor chegaria na disputa, ele confiou, acreditou e trabalhou. E agora merecidamente será tricampeão brasileiro sobre o comando do time.

“Grandes conquistas requerem parcelas de sacrifício, de entrega e amor a rotina do dia a dia. Nem todos podem ser ilustres, mas todos podem ser bons”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: